»




Há 7 meses
5 notas
Quem não? hahaha

Quem não? hahaha

"Amizade" - Capítulo 1

Acordei e em um impulso peguei meu celular. Droga. Estava atrasada novamente. Devia estar sendo xingada pela Nah e pela Manu. Hoje tinha marcado de sair com elas pra ir ao shopping. Levantei correndo e fui tomar banho, lá de dentro do Box ouvi meu celular tocando impacientemente, o que me deixou irritada. Vesti uma toalha e fui atender.

- Oi. – atendi preparada pra receber uns “porra, que irresponsável você em?”da Nah.
- Onde que cê tá? – perguntou calma.
- Em casa. Nah me desculpa. Sério, perdi a hora.
- Perdeu a hora com o que? Porra em? Tava de novo conversando com Pedro?
- É… Tava.
- Vai acabar em namoro isso. – riu.
- Me deixa em paz garota. Vou me arrumar.
- Tá bom, tô aqui na casa da Manu, vem pra cá.
- Ok. Beijo, fui.

Desliguei e fui trocar de roupa. Desci e minha mãe e minha irmã estavam na sala vendo TV, e foi ai que percebi que estava REALMENTE atrasada, já eram 14h00 e eu marquei às 13h00.

- Vai sair? – Bia (minha irmã) perguntou.
-Vou. Qualquer coisa eu estou no shopping.
- Chegou essa caixa ai pra você ainda agora.
- Quem mandou?
- Não diz nada ai. O porteiro disse que só mandaram entregar.
- Vish. Dá até medo. – ri.

Abri a caixa média na cor azul marinho e tive uma bela surpresa, ganhei um colar super lindo com dois bonequinhos se beijando. Olhei o pequeno cartão dentro da caixa e dizia:

“Quem sabe esse colar não nos represente futuramente?” – Pedro Lanza.

Sorri vendo isso. Isso foi uma indireta? Foi um quase pedido? Que diabos o Pedro estava querendo dizer com esse colar e esse cartão?

Bom, não expliquei muito bem minha relação com ele, mas nos somos bastante amigos, sendo que o Pedro às vezes confunde e quer me beijar. Eu como sou apaixonada por ele, não nego. Ficamos diversas vezes, sendo que eu não tinha esperanças de ficarmos juntos até ele começar a pedir pras suas fãs subirem tags no Twitter. O bom disso é que as fãs gostam de mim por que sou amiga da Nah Cardoso e da Manu Gavassi, acho que é por isso.

- Quem mandou esse colar? – Minha mãe perguntou.
- Pedro.
- Dois bonecos se beijando? Você está com ele (S/N)? – Minha mãe perguntou séria.
- Hã? Não.
- Quando estiver nos avise, por favor. – Bia disse animada e eu e minha mãe rimos.
- Bom, tenho que ir. Beijos.

Desci e fui pra garagem pegar meu carro. Pra variar estava um transito monstro e eu aproveitei pra postar a foto do presente do Pedro.

Acordar de manhã e receber um presente desses, não tem preço haha comercial do Visa.

@seuuser - Encontrar com as feias @manugavassi e @nahcardoso

Vi algumas mentions de fãs dizendo que o presente foi do Pê, essas mentions aumentaram depois que Pedro postou uma foto da caixinha azul com a legenda “Surpresa”. E essa caixinha azul era de quem? Minha. A burra aqui não só postou a foto do colar como postou a foto da caixinha e claro, as meninas viram que era a mesma.

@seuuser - trânsito monstro. Vish, @manugavassi me matando mentalmente. Hahaha

@seuuser - gente, não posso dizer quem me deu o presente. É secreto. Hahaha

@seuuser - fala cabeça @pelanzarestart

@seuuser – depois te ligo. Beijo. @pelanzarestart

@seuuser – gente, vou indo. O trânsito deu uma largada aqui. Fui. #pariushopping

Coloquei o celular no banco de passageiro e fui rumo a casa da Manu. Minutos depois havia chegado ao prédio, subi no elevador e apertei a campainha.

- Achei que não viria mais. – Nah esbravejou fingindo estar irritada.
- Desculpe-me a demora senhorita.
- (S/N) entra logo que não temos o dia todo. – Manu disse da sala.
- Ué, se não temos o dia todo deveríamos estar saindo não é?
- É, sendo que a Manu inventou de brigar com o Chay bem agora. – Nah disse sentando-se no sofá com cara de tédio.
- Não acredito. Qual é Manu? Vamos embora.
- Não! A gente não te esperou? Agora me esperem.

Eu e a Nah bufamos e continuamos sentadas no sofá da casa da Manu, fiquei no Twitter trocando DM’s com o Thoso até que meu celular toca e era quem? Pedro Gabriel.

- Oi Pe. – Sorri.
- Oi minha princesa. Tudo bem?
- Tudo e você? – Nah repetiu o que eu disse com voz melosa e tacou uma almofada em mim.
- Tudo bem também. Alguém falou ai?
- Não, foi o meu cachorro latindo. – Ri e a Natália me encarou indignada.
- Ah, e aí? Gostou do presentinho?
- Amei. Só achei que não precisava.
- E por quê?
- Pô Pe, você vai fazer isso sempre? Nem somos nada.
- Por que você quer, convenhamos não é (S/A)?
- Não é hora de discutirmos isso.
- Tudo bem. Está onde?
- Na casa da Manu, vamos ao shopping.
- Legal. Tá livre hoje à noite?
- Depende. Pra quê?

- Queria te levar pra jantar, tá afim?
- Vou ver aqui na minha agenda.
- Noooossa, muito mentirosa você, nem agenda cê tem cara. – Riu.
- Gabriel, me deixa. Verei.
- Tudo bem marrentinha.
- Vou desligar tá? A Manu resolveu sair.
- Ah ok. Me liga ou manda SMS dizendo se vai, certo?
- Certo.
- Beijo.
-Beijo.
- Se cuida.
- Você também, cabeção. – rimos.

Desliguei o celular e a Nah olhou pra mim, riu e balançou a cabeça. Fomos pro elevador e lá tiramos uma foto e a Manu postou no Insta dela. Acabou que eu fui dirigindo pro shopping e as madames foram no relax.

Lá nos fizemos umas comprinhas e aproveitamos pra comer algo o que pra mim seria meu almoço. Tiramos mais algumas fotos, o que é de praxe. Postamos e as meninas super fofas comentaram coisas fofas.

Quando eram mais ou menos seis da tarde nós fomos pra minha casa e lá estavam todos da minha família reunidos, achei que tivesse morrido alguém, mas seria só mais uma reunião e como minhas amigas estavam lá eu estava livre.

- Oi gente. Boa noite. – Sorri para todos na sala.
- Boa noite mocinha, achei que não ia voltar pra casa. – Minha mãe disse animada.
- Quê isso mãe, não vivo sem você. – Ri e beijei sua testa.
- Boa noite gente. Boa noite tia. – Manu e Nah disseram em coro.
- Boa noite queridas, querem algo? Uma água, refrigerante, suco?
- Não tia, valeu. Se tivesse uma vodka eu aceitaria. – Nah disse séria e eu a olhei incrédula. – Qual é?
- Liguem pra ela não. – Manu bateu no ombro da Nah e todo riram.
- Tem compromisso hoje? – Bia disse se levantando da poltrona.
- Ih caralho, o Pedro!
- Tem. – Minha prima disse rindo.
- Meninas, vou sair com o Pedro.
- Novidade. Então a gente se vê amanhã ok? – Manu disse me puxando.
- Ok. Que foi?
- Se previne com o Pedro.
- Como assim?
- Camisinha (S/N). – Nah disse revirando os olhos.
- Gente, eu vou jantar com ele, não ir pra um motel.
- Mas a sobremesa vai ser você, gata.
- NAH! – Manu gritou. – Sabemos que você não vai nessa intenção, mas se cuida tudo bem?
- Tudo bem, pode deixar.

- Agora vamos indo que eu ainda vou deixar essa maluca na casa dela por que você sabe né se a Natália ficar sozinha, ela faz merda. – rimos.
- Sei… E como sei, da outra vez ela foi pra uma balada e quase fez um top less lá para os caras e pra foder tudo você ainda estava viajando.
- É… Agora a gente vai ir embora mesmo.
- Vai lá. Cuidado com a Nah – gritei e ela me olhou.
- Que foi? Não faço nada cara.
- Aham. A gente é que sofre.
- Bom gente, vamos indo. Tia, outro dia a gente vem passar o dia pra irritar a senhora mais um pouco.
- Me irritar? Nunca. – Minha mãe riu, ironia eu tenho de herança. – Voltem mesmo que (S/N) sozinha é um saco, não aguento ela sozinha não.
- Qual é mãe?

Depois de minha mãe quase implorar para as meninas ficarem, elas foram. Corri pro banheiro e ao sair mandei uma mensagem pro Pedro pedindo pra ele me buscar às 20h00 ele respondeu dizendo que tava tudo certo e disse que subiria quando fosse me pegar.

Terminei de me arrumar eram mais ou menos 19h40. Desci e todos me olharam, morri de vergonha. Liguei para o térreo pedindo para o porteiro deixar o Pedro entrar. Só foi eu dizer “conhece o Pe Lanza?” que ele já sabia quem era, nem precisei dar mais detalhes.

Tirei umas fotos com meus priminhos e postei. As meninas piraram na fofura deles. Brinquei um pouco com eles e minha sobrinha dormia como um anjo no quarto, passei lá e dei um beijinho nela. Era como se ela fosse uma filha pra mim.

Minutos depois o Pedro chegou. Lindo como sempre, vestindo uma calça de lavagem escura, uma camisa regata branca, um tênis branco, com sua toca na cabeça e seu casaco na mão. Ele me olhou sorrindo e eu envergonhada sorri de volta. Nos abraçamos e parando pra pensar foi um longo tempo, até nós percebermos e nos soltarmos.

—————————————————————————————————————————————-

PS.: Amanhã eu posto a continuação de “O Semestre da minha vida”. 

Anônimo
jess vc voltoooooooooou

pooois é!! Tô muito sem tempo de entrar aqui, mas sempre que posso eu apareço.

Vou postar um imagine que está feito há algum tempo, mas ele não está terminado e por isso eu vou postar em duas partes *-*

- Jéss

Obrigada anjo! Seguindo de volta ^-^

Há 8 meses
23 notas
Há 8 meses
54 notas

Restart em Miami

Há 9 meses
3 notas
Pedro em um bar de SP. Já faz um tempo, mas o que vale é a cena. *-*

Pedro em um bar de SP. Já faz um tempo, mas o que vale é a cena. *-*

Há 10 meses
6 notas

neniskobayashi:

RESTART LANÇA O NOVO CLIPE “RENASCER”!

Há 10 meses
23 notas